.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Fílis

. A donzela no rochedo dos ...

. Lendas do Reno

. Lendas do Reno

. O rapto de Perséfone

. Piramo e Tisbe

. A lenda de Isis e Osíris

. ...

. Aracne

. O Anjo

.arquivos

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.favorito

. Sou tua

. ...

. Dias tristes...

. Meu anjo

. Falta-me...

. Meu amigo...

. Um dia...

. ...

. ...

. ...

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 2 de Outubro de 2006

Lendas do Reno

O arcebispo cruel

Outra lenda muito conhecida é a que envolve a Mäuseturm ("torre dos camundongos"), uma pequena fortaleza construída dentro do rio, em frente à cidade de Bingen, pelo arcebispo Hatto, de Mainz. Ela servia como posto de recolhimento de pedágio dos navios que viajavam pelo Reno.

Hatto era conhecido por sua crueldade e por sua avareza, recolhendo impostos altíssimos dos seus súditos. Quando, certa vez, uma catástrofe natural destruiu grande parte da colheita da região, o arcebispo mandou recolher o que sobrara da produção agrícola, trancando tudo em seus silos e deixando a população à míngua.

Uma multidão de famintos dirigiu-se então ao seu palácio para implorar por um pouco de comida. O arcebispo mandou que fossem a um celeiro, onde encontrariam toda a comida que desejassem. Quando todos se entraram no celeiro, Hatto mandou que se trancasse as portas e ateasse fogo ao celeiro.

Das cinzas surgiram, porém, multidões de camundongos que perseguiram o arcebispo, invadindo seu palácio, comendo tudo o que encontravam e atacando as pessoas. Em pânico, Hatto fugiu para a Mäuseturm, onde acreditava estar a salvo, pois a fortaleza encontra-se no meio do rio. Enganou-se, porém: os camundongos o seguiram até lá e o devoraram.

publicado por melinha às 11:29
link do post | comentar | favorito
|